Notícias

Ibase – Nota pública do sobre a conjuntura brasileira

Cândido Grzybowski
Sociólogo, diretor do Ibase

Rio de Janeiro, 13 de setembro de 2016.
Segunda-feira, 12 de setembro, em reunião ordinária de integrantes do Conselho Curador, Conselho Fiscal, Direção Colegiada e Coordenações do Ibase, foi realizado um debate sobre a conjuntura política do Brasil e decidiu-se por tornar pública a avaliação feita. Desejamos somar-nos a todas as forças democráticas do país, desde aqui e agora, para resistir e buscar juntos formas de revitalizar a democracia e criar uma nova onda de conquista de direitos, justiça social e sustentabilidade socioambiental para a sociedade brasileira.
O golpe legal contra a vontade popular soberana, que elegeu Dilma Rousseff presidente nas eleições de 2014, é essencialmente ilegítimo. O julgamento político do impeachment no Senado visou à conquista do poder pelas forças conservadoras ancoradas nas artimanhas e oportunismos das raposas do PMDB. O governo Temer nasce proclamando a intenção de remodelar a democracia, as leis, as instituições e políticas, mas sem ter o mandato da cidadania para tal programa.
Estamos diante de sérias ameaças à democracia conquistada 30 anos atrás, em especial à institucionalidade legal de direitos de cidadania para todas e todos e de seu financiamento, como estabelecido na Constituição de 1988. Quer-se adequar o país aos grandes interesses de capitalistas, especialmente banqueiros e rentistas, do Brasil e do exterior. Para tanto, desde a primeira hora foram propostas medidas de reforma constitucional que afetam diretamente o sistema de seguridade social, saúde e educação e, mais grave ainda, quer-se tirar da esfera da política a disputa do orçamento federal, tornando-o peça de mera gestão administrativa do Poder Executivo. O resultado já se faz sentir, mais de 50% do orçamento federal comprometido com o pagamento de juros da dívida pública, ou melhor, de papéis de especuladores. Pagar juros estratosféricos não gera emprego e nem faz a economia avançar. Temos pela frente anos muito difíceis.
Para o campo de organizações de cidadania ativa, onde se encontra o Ibase, o momento é de resistência ancorada nos princípios e valores éticos da democracia que nos dão razão de ser: defesa intransigente da liberdade, promoção radical da igualdade, valorização e luta pela diversidade sem discriminações, aposta na solidariedade da convivência e do compartilhamento de bens comuns e de uma sociedade inclusiva e socioambientalmente sustentável, participação e luta sempre com a esperança, ousadia e determinação de cidadania ativa. Como fizemos até aqui, não daremos trégua ao poder político ilegítimo, pois acreditamos que a radicalização da democracia é o caminho possível. Vamos somar forças com todas as organizações e os movimentos sociais que acreditam ser possível construir “outro Brasil”, democrático, de direitos iguais e de bem viver.
 

Autor

Comunicacao Ibase

Tradução »