Notícias

Ibase ganha prêmio por projetos de Juventude

Por Ibase
Na última segunda-feira, durante o lançamento do aplicativo “Nós por Nós”, desenvolvido por jovens integrantes do Fórum de Juventudes do Rio de Janeiro, foi entregue também o “Prêmio Juventudes e Direitos Humanos” para pessoas e organizações que lutam e contribuem para ampliar e garantir os direitos das Juventudes. O IBASE foi uma das organizações premiadas na categoria Organizações Defensoras DHs. Participaram do evento quase cem pessoas, entre elas, militantes, pesquisadore, famílias vítimas de violência do estado, jornalistas, comunicadores populares e artistas. A cientista social e coordenadora da área de Juventudes do Ibase, Marina Ribeiro, recebeu o prêmio em noma da organização
– Fiquei muito feliz em receber o prêmio pelo Ibase e reafirmei nosso compromisso e responsabilidade com o fortalecimento do Fórum de Juventude do Rio de Janeiro como ator importante em nosso estado, que através de diferentes ações têm conseguido articular, mobilizar e organizar juventudes, em especial, as juventudes periféricas e faveladas, em sua maioria, negras e pobres de diversos locais do Rio de Janeiro – disse Marina.
Além do Ibase, foram premiadas a Fase RJ, a Justiça Global, Sarau de Acari “Cachasarau,” a Coletiva Luísa Mahin, a Rede de Comunidades contra a Violência, o Raízes em Movimento e o Instituto de Formação Humana e Educação Popular (Ifhep). Também foram premiados, profissionais que se destacaram na temática da juventude: a pesquisadora Juliana Farias, o fotógrafo Luiz Baltar e a Comunicadora Comunitária Gizele Martins. 
Conheça aqui mais sobre o aplicativo Nós por nós.

 

Autor

Comunicacao Ibase

Tradução »