Notícias

Seminário debate presença histórica das Favelas

Começou hoje o seminário O Rio que se queria negar: as favelas do Rio de Janeiro no acervo de Anthony Leeds promovido pela Fiocruz, o Ministério da Cultura e o Museu da República. Composto também por uma exposição fotográfica, o evento faz parte da programação dos 450 anos da cidade, e pretende promover o debate sobre a presença histórica das favelas. O diretor do Ibase Itamar Silva participará do evento .

O seminário e exposição trazem a pesquisa realizada por Anthony e Elizabeth Leeds na década de 1960, quando foram levadas a cabo políticas de remoção de favelas no Rio de Janeiro. O evento visa incentivar uma ampla reflexão sobre questões como a economia das favelas, sua integração à cidade, as mudanças ocorridas em seu espaço físico e as políticas públicas mais relevantes, entre outros temas.

Segundo Itamar Silva o papel da exposição é importante para o momento: “No momento em que muitos eventos celebram os 450 anos da cidade do Rio de Janeiro, esta exposição traz as favelas para o centro das reflexões sobre a cidade que somos e a cidade que queremos ser”. Ele ainda complementa: “Temos que estimular, principalmente, os moradores de favelas a visitarem a Exposição e a partir desse encontro com a memória dessa cidade, refletir e atuar a partir das favelas que se transformaram “em mega favelas, complexos.”

Além do seminário, a exposição ficará no Museu da República até janeiro de 2016.

Autor

Comunicacao Ibase

Tradução »