Rio de Janeiro, 17 de outubro de 2014
fotoRio de Janeiro, 18 de outubro de 2014
Eleições para o Rio de Janeiro é tema de Conversatório
Por Ibase

Há pouco mais de um ano, o Ibase iniciou uma série de rodas de conversas abertas ao público para debater temas da conjuntura do país. Ontem, na hora do almoço, houve mais uma edição do Conversatório Ibase, como foram batizados esses encontros. O tema desta vez foi eleições no Rio de Janeiro e para conversar com os presentes foram convidados Cleonice Dias, pesquisadora da Fiocruz e membro de vários movimentos sociais da Cidade de Deus; e Antonio de Neiva, da Executiva Estadual do PT.
O clima da conversa deixou claro a angústia do público presente em ter como opção dois candidatos que não representam os anseios de movimentos social do Estado.
Em sua fala de abertura, Neiva fez um panorama da situação do Rio de Janeiro dizendo que hoje há uma teia de interesses que acaba por coloca o poder Executivo no controle da institucionalidade do Estado.
– Não vejo porque ficar mais quatro anos nesta situação. Esta gestão resultou entre outras coisas em casos como o do pedreiro ‘Amarildo’; fortaleceu uma polícia corrupta e repressora, que com violência reprimiu as manifestações em junho de 2013. Crivella é menos danoso – afirmou Neiva.
Cleonice Dias trouxe para o debate sua angústia com o fato de termos dois candidatos ao governo do Rio cujos planos de governo estão bem distantes, segunda ela, das demandas dos movimentos de base.
– O governo federal investiu grandes quantidades no Rio de Janeiro, mas a forma como o governo do Estado colocou esses investimentos, em função de uma polícia que controla e viola direitos, é muito nociva. O silêncio nas comunidades, o não poder dizer nada nas favelas por se sentir controlado e intimidado, é terrível. Nos próximos dois anos, teremos muitos investimentos no Rio de Janeiro, por conta das Olimpíadas, e teremos de aprender a controlar o governo. Não tem outra saída além da luta. Não tenho dúvidas de uma coisa: temos que fortalecer o trabalho de base. Quem sabe da realidade é quem vive e só trabalhando nos territórios vamos mudar a forma de fazer política.
O próximo Conversatório Ibase será no dia 23 de outubro, às 18h, e o tema será ‘Aborto’

Autor

Martha Moreira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tradução »