Rio de Janeiro, 14 de julho de 2014

Por Camila Nobrega
de Fortaleza
Um minuto de silêncio em solidariedade aos palestinos que estão sendo massacrados pelo Estado de Israel. Assim foi oficialmente aberta a primeira atividade paralela da Cúpula dos Brics, em Fortaleza, reunindo centenas de entidades e movimentos da sociedade civil. Acabada a Copa, chefes de Estado estão a caminho de Fortaleza, no Ceará, onde se reunirão a partir de amanhã, para oficializar o Banco dos BRICS, que vai movimentar bilhões de dólares. A sociedade civil, porém, já está a postos. Nos próximos dois dias, o modelo de desenvolvimento será debatido, posto em xeque. Representantes dos BRICS – Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul – estão participando do evento. Quem será beneficiado com o Banco dos BRICS? A sociedade quer saber.
Maria Elena Rodrigues e Iderley Colombini, do Ibase, participarão de dois painéis organizados pela Rebrip. O Canal Ibase está em Fortaleza e vai publicar as reportagens de tudo que acontecer por lá ao longo da semana.
Foto: Integrantes da Marcha das Mulheres na mística de abertura. Camila Nobrega/Canal Ibase

Autor

Martha Moreira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tradução »