Rio de Janeiro, 17/05/2014

Jacarepaguá ganhará um Observatório Territorial
Por Ibase

Na próxima segunda-feira, o movimento social de Jacarepaguá vai instaurar o processo de instalação do Observatório Territorial de Jacarepaguá. A iniciativa é uma ação conjunta com a Fiocruz Mata Atlântica, que atua na região realizando pesquisas na área fundiária. Na ocasião, haverá apresentação de vídeo documentário com os primeiros depoimentos dos protagonistas das lutas locais por terra e moradia e de uma cartografia transformações territoriais relacionadas aos conflitos de terra e moradia ocorridos desde a década de 1960.
A programação prevê ainda uma palestra de Leonardo Boff sobre os desafios e cuidados na preservação da terra. Logo depois haverá um debate com o público.
Para Cleonice Dias, pesquisadora da Fiocruz, moradora da Cidade de Deus e membro de vários movimentos sociais da região, além de conselheira do Ibase, a iniciativa da criação do Observatório é mais que necessária:
– Os conflitos de terra na região são históricos e foi acirrado no último ano, com as remoções em função dos eventos esportivos. Ter uma ferramenta como o Observatório para ajudar na luta pela terra é fundamental para alimentar o movimento social. Por meio dele poderemos aprofundar pesquisas e encontrar soluções coletivas para os impasses.
Serviço:
Data: 19 de maio
Hora: das 13h às 16h
Local: Auditório da ala de cursos do Campus Fiocruz Mata Atlântica, situado no Pavilhão Agrícola da antiga Colônia Juliano Moreira (Estrada Rodrigues Caldas, 3400, em Jacarepaguá).

Autor

Martha Moreira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tradução »