02/12/2013
O pesquisador Carlos Bittencourt participou na semana passada, no México, do Intercâmbio Latinoamericano sobre extrativismo mineiro e petroleiro. No encontro, organizado pela Fundação Henrich Böll, da Alemanha, Carlos participou de duas mesas: uma apresentando o cenário da mineração no Brasil e a outra sobre as resistências à expansão da mineração nos territórios brasileiros. A fundação alemã tem se aprofundado na compreensão do extrativismo mineral na América Latina. Estiveram presentes diversos países da América do Sul, América Central e México.
Durante o evento, foi exibido o filme “Enquanto o trem não passa”, produzido pelo Comitê Nacional em Defesa dos Territórios frente à Mineração, do qual o Ibase faz parte.
– Estas experiências de intercâmbio ajudam a entender a similaridade do processo de expansão do extrativismo na América Latina e suas pecularidades – diz Carlos.
 
 

Autor

Martha Moreira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tradução »