Notícias

Famílias do Pinherinho agora sofrem pressão para abandonar abrigos

texto originalmente publicado na Rede Brasil Atual
Depois de sofrer com a violenta desocupação, numa operação policial ocorrida em 22 de janeiro, os moradores desalojados do Pinheirinho, em São José dos Campos, agora passam dificuldades para conseguir alugar um imóvel. E como em alguns abrigos funcionam escolas, também estão sofrendo tortura psicológica por parte da prefeitura para que se desloquem para outros abrigos.
Moradores do Centro de Apoio Integral à Criança Dom Pedro foram avisados às pressas por assistentes sociais que teriam que de abandonar o local. De acordo com a vereadora do PT Amélia Naomi, os moradores estão sofrendo pressão psicológica. “A prefeitura, em vez de pensar em quais são os métodos sociais para aliviar a dor deles, ainda continua praticando violência. Essas pessoas não têm o mínimo de privacidade e são carregados de um lado por outro de maneira degradante.”
Ocupantes do Pinheirinho relatam ainda superlotação, discriminação e preconceito e que muitos companheiros estão perdendo seus empregos.
Ouça a reportagem completa da Rádio Brasil Atual:

Link | Download

Autor

Martha Moreira

Comentário 1

  1. rafael
    4 de março de 2012 Responder

    vergonha

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tradução »