Logo do projeto Olimpi(c)leaks. Fonte: Olimpi(c)leaks.

 
O Morro da Conceição, na cidade do Rio de Janeiro, será sede neste fim de semana do Laboratório de Cartografias Insurgentes. O laboratório terá oficinas, debates e apresentação de projetos, com o objetivo de, segundo os seus organizadores, “imaginar e produzir mapas críticos e afetivos ligados às práticas produtivas e à ocupação do espaço metropolitano”.
Confira a programação e o como chegar no evento.
O Laboratório de Cartografias Insurgentes tem o apoio da Univesidade Nômade, do i-Motirô e do Coletivo aCidade. O evento deste fim de semana pretende reunir ativistas, pesquisadores, comunicadores, artistas, movimentos sociais, entre outros públicos.
O foco prioritário deste laboratório são as remoções e as arbitrariedades que estão ocorrendo no Rio de Janeiro por conta da organização dos megaeventos. O laboratório será, assim, de acordo com os organizadores, “um encontro para a produção de mapas políticos que reunirá movimentos contra as remoções e despejos que vêm acontecendo na cidade do Rio”.
Eles completam: “O ocultamento das ações violentas e autoritárias na construção dos megaeventos esportivos como Copa do Mundo e Olimpíadas deve ser trazido à tona”.
É nesse sentido que um dos principais momentos do fim de semana será a apresentação do projeto Olimpi(c)leaks. A iniciativa busca tornar públicos documentos referentes a violações de direitos humanos, em especial do direito à moradia, por conta dos megaeventos.
As inscrições no laboratório podem ser feitas pelo site do evento: http://cartografiasinsurgentes.wordpress.com/.

Autor

Martha Moreira

Comentários 2

  1. Inalva Mendes Brito
    5 de outubro de 2011 Responder

    Companheiros de rotas, sonhos e bem-estar-social me junto a vocês para construir uma sociedade melhor.Saudações comunitárias e solidárias. Comunidade Vila Autódromo. Inalva.

  2. Diahs
    23 de setembro de 2012 Responder

    Cao Pedro Marta Santos,Muito lhe agradeceria se me diesssse onde posso encontrar essa edie7e3o em Blu-Ray do Senso. Dei uma espreitadela pela Amazon e nada…He1 je1 algum tempo que o procuro persistentemente, seja em que registo for (je1 estou assim). Vi-o, em Janeiro, na Cinemateca, mas quero tea-lo bem e0 me3o, porque o velho axioma segundo o qual o que e9 verdadeiramente belo nunca perde a sua fascinae7e3o se lhe aplica na perfeie7e3o.Obrigado.Luedsa0Froes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tradução »